sexta-feira, 31 de julho de 2009

SEGÓVIA EL NUEVO GAY!

Aos 34 anos o meu querido amigo segóvia saiu "da mesinha de cabeceira" (porque ele já acha que é um armário!).

Depois de anos dedicado às novas tecnologias, depois de decadas a cuidar do corpo, a metro-sexualidade foi o primeiro passo para aquilo que lhe estava destinado - ser mais uma andorinha neste país à beira mar plantado.

Segóvia hoje, posso dizê-lo ao mundo, LÊ!

Descobriu que pode ter no bidé outro tipo de literatura que não a Gina ou a FHM.

sabe que quando estiver na praia pode passar a bronzear-se sentado e "desfolhar" (é muito bom este termo, não é?) um livro enquanto a brisa lhe toca na repa de cabelo.

esta coisa "amaricada" que é a leitura (segundo o que este irmão/amigo defendia) apanhou-o por trás e invadiu-o de uma tal forma que agora não quer outra coisa (coitada da ainda conjugue).

Assim ( e porque eu sempre li) recomendo-te, meu amigo, estas obras que - creio - serão do teu agrado e adequadas à tua nova orientação.


A Alma Trocada Rosa Lobato de Faria (Edições ASA) É um lugar comum dizer-se que determinada orientação sexual não é uma escolha, porque, se fosse, ninguém escolheria o caminho mais difícil. Foi esse caminho mais difícil que Teófilo teve de percorrer, desde a incompatibilidade com os pais, aos desencontros dentro de si próprio, chegando mesmo a acreditar que alguém lhe tinha trocado a alma...

A Confissão de Lúcio Mário de Sá Carneiro (Assírio & Alvim) Eis a história de um artista que é capaz de criar vida, e não só arte. E que obedece a uma exigência de comunicação excessiva, louca, radical. Aventuras interseccionistas num cenário cosmopolita segundo um gosto «decadente». Tudo escrito de uma forma límpida, fluida, capaz de tornar presente aos olhos do leitor a realidade enigmática dos destinos, as sensações misturadas ou a mais secreta das perturbações.

Sem comentários:

Publicar um comentário