segunda-feira, 1 de agosto de 2011

BALANÇO SEMESTRAL E OUTROS DESABAFOS!

BEM SEI QUE TENHO ANDADO AFASTADO DAS MINHAS LIDES "BLOGUÍSTICAS".
O TRABALHO FELIZMENTE AUMENTOU E OS PRIMEIROS MESES DESTE ANO FORAM INTENSOS, NERVOSOS, VIVIDOS NO LIMITE, SEMPRE NA EXPECTATIVA DE RESOLVER ALGUMAS COISAS QUE JÁ SE ARRASTAVAM À DEMASIADO TEMPO.
POR SORTE, NOS ÚLTIMOS 2 MESES, O MEU ESPÍRITO ACALMOU, JÁ DURMO MELHOR (FRUTO TAMBÉM DE, FINALMENTE, TER UM COLCHÃO À MEDIDA DA CAMA EHEHHE)E, POR ISSO MESMO PUDE REFLECTIR SOBRE UM CONJUNTO GRANDE DE COISAS, ATITUDES, VALORES QUE ESTÃO LIGADOS A MIM, À MINHA VIDA E ÀQUELES QUE ME RODEIAM.
A CONCLUSÃO QUE RETIRO DEFINE-SE NUMA PALAVRA - DISTÂNCIA!
DISTANCIEI-ME DE QUASE TUDO O QUE ME FAZIA BEM E FELIZ(EXCEPTO A ANA E AFONSO, OBVIAMENTE).
A CARGA NEGATIVA DE UM AVASSALADOR NÚMERO DE CIRCUNSTÂNCIAS MÁS QUE ME ASSOLARAM EM 2007 FEZ COM QUE, SÓ COM MUITO ESFORÇO NÃO DESSE A ENTENDER QUÃO AMARGO ESTAVA, QUÃO VAZIO ESTAVA O MEU OLHAR, QUÃO TRISTE ME SENTIA.
NO HUMOR (PARTE INTEGRANTE E FUNDAMENTAL DA MINHA VIDA PROFISSIONAL E DAQUILO QUE SOU) NÃO PODEMOS TRANSMITIR ESTE TIPO DE FRAGILIDADES.
CONTINUEI A SABER ESTAR MAS DEIXEI DE SABER SER, SABER FAZER, DE QUERER SABER.
CREIO QUE ME TORNEI DISPENSÁVEL E DESINTERESSANTE PARA MUITOS DOS QUE ERAM A MINHA FONTE DE ALEGRIA, DE ENERGIA, DE INSPIRAÇÃO.
FIQUEI RAPIDAMENTE "DESLEMBRÁVEL" (BEM SEI QUE A PALAVRA NÃO EXISTE).
TORNEI-ME ALGUÉM DE QUEM SE GOSTA, MAS COM QUEM NÃO SE FAZ QUESTÃO DE ESTAR. E ENTENDO BEM ISSO; NINGUÉM PRETENDE ESTAR PERMANENTEMENTE PERTO DE MÁS ENERGIAS, AGONIAS OU PROBLEMAS.
PASSEI DIARIAMENTE A BUSCAR FORÇAS, ARMAS E ENERGIA NUM PIRRALHO RECÉM-NASCIDO QUE ME DELICIAVA A CADA EXPRESSÃO, A CADA SORRISO.
TIVE TAMBÉM O MELHOR DOS COLOS E DAS COMPREENSÕES; O DA MINHA ANA. SEM ELA...
OS SORRISOS DO AFONSO VIRARAM PALAVRAS, GRAÇOLAS, FRASES FEITAS E MUITOS, MUITOS GESTOS DE CARINHO E DE AMOR; E ESSE É MESMO O MELHOR DOS COMBUSTÍVEIS.
HOUVE QUEM ACREDITASSE, QUEM NÃO DESISTISSE E QUEM ESTIVESSE SEMPRE LÁ, CONNOSCO E LENTA E GRADUALMENTE IAMOS GANHANDO BATALHAS, UMA APÓS OUTRA.
AS CONQUISTAS GANHARAM DINÂMICA E A CONFIANÇA RESSURGIU.
AINDA NADA É PERFEITO, MAS O NOSSO AMOR É.
A LIÇÃO QUE A VIDA NOS RESOLVEU DAR FOI DURA, MUITO DURA, MAS DELA SÓ RETIRAMOS FORÇA, CALO.
ESTAMOS BEM, FELIZES E ISSO REFLECTE-SE CADA VEZ MAIS NO NOSSO DIA-A-DIA.
ONTEM ACTUEI, UMA VEZ MAIS, NUMA CASA QUE ME É QUERIDA, EM MACIEIRA DE CAMBRA. ESTAVA BEM. SENTIA-ME BEM.
QUASE NÃO ME LEMBRAVA QUE TINHA ESPECTÁCULO, MAS LÁ ESTIVE.
CRIEI HUMOR, DIVERTI-ME, DIVERTI E AQUILO QUE TIVERAM DE MIM NÃO FOI PROFISSIONAL, NÃO FOI TRABALHADO, NÃO FOI FORÇADO E FOI MMUUUIIITOOO BOM!
É ASSIM A VIDA!

Sem comentários:

Publicar um comentário